Home / Empreendedorismo /

Como saber se a sua boa ideia é de facto uma ideia brilhante?

boa ideia

Como saber se a sua boa ideia é de facto uma ideia brilhante?

Eureka! É isto que dizemos naquele momento de epifania profunda em que nos surge uma boa ideia. Para muitos de nós, que nos assumimos como empreendedores e estamos constantemente à procura de novas ideias de negócio, a tarefa de encontrar uma grande ideia é constante.

No entanto, se já encontrou a sua grande ideia de negócios, ou aquela que acredita ser uma ideia com pernas para andar… sugiro que tenha calma e respire fundo. Antes de começar a pôr a sua ideia em marcha, é necessário ter em primeiro lugar noção se é, de facto, uma ideia brilhante.

Embora não exista uma bola de cristal para o mundo de negócios onde possa validar o sucesso da sua ideia de negócios, pode ficar a saber se a sua ideia vai funcionar caso use um sistema muito confiável para determinar se deve investir mais tempo, talento ou recursos para desenvolver a ideia.

Por isso, o que sugiro que comece a fazer é responder às perguntas que lhe coloco abaixo.

1 – A sua ideia tem uma missão ou uma visão?

Uma boa ideia atrai e inspira as pessoas que se sentem assim impelidos a reunir-se em torno de tal ideia. Qual é o objetivo final? O que as motiva a querer seguir essa ideia? É algo que se mantém relevante e acessível, até mesmo em períodos difíceis da economia? Todas estas perguntas são pertinentes. A sua ideia deve ser boa ao ponto de deixar os seus consumidores apaixonados e dispostos a fazer de tudo, independentemente do custo, para a consumir.

2 – Existe mercado para essa boa ideia?

As pessoas gastam dinheiro em produtos e serviços que lhes resolvem problemas. O problema precisa de ser suficientemente grande para que as pessoas se preocupem o suficiente para o querer resolver. Passe algum tempo a pesquisar se a sua ideia preenche estes requisitos no mercado e se já foi feita alguma vez.

   

Mesmo que a sua ideia não seja pioneira, deve adicionar um toque inovador que a coloque acima da concorrência. A marca Dominos não inventou a pizza e não foram os primeiros a entregar pizza, mas especializaram-se em fazê-lo em 30 minutos ou menos.

3 – A sua ideia pode crescer?

Uma boa ideia de negócios deve ter espaço para expansão. Mesmo que comece a partir das bases, precisa de um plano para que, mais tarde, se consiga expandir. Os negócios, muitas vezes, não são tão lineares como pensamos. Não há uma linha direta, mas é óbvio que deve começar sempre com uma base na qual pode construir e expandir-se ao longo do tempo à medida que o mercado cresce e muda.

4 – A sua ideia é lucrativa?

Para ser bem sucedido no mundo de negócios, tem que ganhar dinheiro. Os seus produtos e serviços devem ter baixo investimento e alta margem de lucro. Quanto mais rápido conseguir ganhar dinheiro com sua ideia, maior será a probabilidade de ter sucesso. Faça uma longa pesquisa para descobrir quanto custa em média para dar forma a um negócio semelhante ao que quer começar. Além disso, considere o seu preço ideal. Aproveite o tempo para contar o custo mais cedo e pode assim economizar muito tempo e dinheiro.

Para a maioria das startups, pode esperar algum tipo de investimento. No entanto, se os seus custos de início de atividade forem muito pesados, será difícil manter esse negócio.


Escolha qual o assunto de interesse que pretende receber no seu email.




 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *