Home / Marketing /

Como criar um site de alta qualidade aos olhos do Google?

Como criar um site de alta qualidade aos olhos do Google?

Para ter sucesso online a longo prazo, deve ter noções base de como criar um site de alta qualidade.

Mas como esperar que o seu site orientado por conteúdo, blog de notícias ou loja online, vai conseguir destaque face aos milhares de sites que são apresentados nos motores de busca?

Um site de alta qualidade cresce a longo prazo tanto em termos de leitores leais, como também em termos de confiança do próprio motor de busca, o que traduz-se no crescimento de visitas orgânicas.

Os engenheiros do Google estão há anos a melhorar os algoritmos tornando-os cada vez mais inteligentes para identificar e classificar os websites que são de boa qualidade.

Não é de todo uma tarefa fácil, tendo em conta que tudo deve ser decidido por um software e não por mão humana.

No entanto, com a introdução do “Panda” e “Pinguim” à alguns anos atrás, parece que estão no caminho certo.

As mudanças algorítmicas do “Panda” e “Pinguim” fizeram um bom trabalho na identificação de quais os sites com melhor qualidade dando-lhe uma posição privilegiada no SERPS.

Não vou desenvolver mais este assunto em volta do “Panda” e “Pinguim, mas se quiser descobrir mais Panda e Pinguim.

 

Fique a saber como criar um site de alta qualidade pelos padrões do Google

 

Obviamente se o seu site for considerado de alta qualidade pelo motor de busca Google, certamente o Bing e Yahoo partilharam da mesma ideia, até porque o Google dos três é o que usa um padrão mais restrito.

 

O que é um site de alta qualidade?

Ao longo destes anos, toda a indústria de SEO vai mencionando a necessidade de produzir conteúdo de alta qualidade e os melhores especialistas vieram com uma citação inteligente “O conteúdo é rei”, o que significa que o conteúdo é o fator chave ou sucesso para qualquer site.

Embora seja verdade, não significa que um site com bom conteúdo seja propriamente de alta qualidade. O bom conteúdo não é suficiente, é sim um dos fatores talvez até o mais importante, mas o conteúdo só por si não resolve o enigma do que é considerado pelo Google como um site de alta qualidade.

 

Um site de alta qualidade tem as seguintes características:

  • Conteúdo exclusivo – Se o conteúdo for exclusivo, terá melhor posicionamento junto de outras páginas do mesmo nicho.
  • Expertise – O conteúdo deve ser produzido por especialistas com base em pesquisa e/ou experiência. Se, por exemplo, o assunto estiver relacionado com saúde, o conteúdo deve ser fornecido por autores qualificados que possam dar uma orientação profissional.
  • Conteúdo imparcial – Conteúdo detalhado que descreve os dois lados de uma história e não promove um único produto, ideia ou serviço.
  • Acessibilidade – Ao criar um site de alta qualidade também deve possuir versões para usuários que não sejam só desktop. É importante que os usuário de dispositivos móveis e tablets possam aceder ao site sem problemas de usabilidade.
  • Responsivo – O usuário pode navegar facilmente no site; O site é responsivo?
    Atenção aos detalhes: o conteúdo é mais fácil de ler com imagens, se aplicável. Sem erros de ortografia e gramática.
  • Otimização – Criar um site otimizado para motores de busca tem imensos benefícios, mas é importante não exagerar. U site de alta qualidade também precisa ter conteúdo não otimizado.

 

Esta é a minha opinião sincera sobre as características de como criar um site de alta qualidade, embora possa haver informação  contraditória na web, por exemplo, é um facto que a otimização excessiva pode gerar resultados opostos.

A razão é simples, os algoritmos às vezes podem interpretar a alta otimização como uma tentativa de Hacking ao sistema e obviamente podem tomar medidas para contrariar essa acção.

 

  • Equilíbrio entre o conteúdo e anúncios – Um site não é penalizado por ter anúncios ou promoções, mas tenha em atenção que os mesmos não devem distrair os usuários de encontrar as informações que precisam.
  • Velocidade – Um site de alta qualidade carrega rapidamente. Um site rápido irá ter uma classificação maior proporcionando mais conversões, vendas e leitores leais.
  • Social – Imprescindível a presença nas midias sociais. É uma das melhores formas de comunicar com o seu público-alvo e avaliar a qualidade do conteúdo.

 

É esperado que um bom produto tenha boas críticas, likes e tweets. Por este motivo, será normal que antes de um buyer persona tomar uma decisão é examine esses fatores sociais. Da mesma forma, também é esperado que um bom site seja aceite e reconhecido socialmente, seja com seguidores no Facebook ou assinantes de RSS e etc.

 

  • Engajamento e Interação de Usuários – Os usuários passam tempo suficiente no site e lêem mais de uma página antes de a abandonar? Eles interagem com o conteúdo, adicionando comentários, fazendo sugestões, entrando em conversas etc.?
  • Como comparar com a concorrência – Quando você usa uma palavra-chave específica, o seu site está em melhor posição do que os seus concorrentes?

 

Como criar um site de alta qualidade?

Deve ter em conta as características acima mencionadas. Acredito que esteja a perguntar-se a si mesmo como se traduz na prática? O que pode fazer hoje para aumentar a qualidade e a “confiança do Google” para o seu site?

 

   
  • Verifique se o seu site tem conteúdo original – Certifique-se de ter conteúdo exclusivo em todas as páginas. ( Utilize  a plataforma de plágio copyscape para verificar todo o conteúdo antes de publicar e assim garantir que é original).

Verifique as suas páginas existentes e, se encontrar conteúdo duplicado, remova-o. Se tiver páginas com conteúdo similar, junte-as em uma e redireccione com 301 redirecionamentos.

 

  • Vá no celular – Forneça uma versão móvel e aplicativos nativos. A experiência do leitor é bastante importante independentemente da plataforma.
  • Aprimore o seu conteúdo – Verifique a ortográfica e gramática de todos os artigos e páginas. Faça o uso correto das tags de formatação, ou seja, H1, H2 e negrito.

Use pequenos parágrafos para facilitar a leitura e adicione imagens, ilustrações ou infográficos para tornar seu conteúdo mais interessante e atraente.

 

  • Descubra o que os leitores querem – Utilize o planeador de palavras-chave do Google Adwords para descobrir o que as pessoas estão pesquisando e fornecer-lhe o conteúdo que querem, mas evite uma vez mais o excesso de otimização.

Pode escrever conteúdo em torno das palavras-chave que os seus leitores entendem, mas também tornar o seu conteúdo de fácil partilha nas redes sociais. Evite usar títulos otimizados o tempo todo, mas mantenha um equilíbrio entre ambos ( conteúdo otimizado e não otimizado ).

 

  • Minimize a quantidade de anúncios acima da dobra – O Google está a penalizar site com muitos anúncios nessa posição. O que para o usuário também não é bom. Se tiver um bom conteúdo, os anúncios abaixo da dobra e no final com certeza vão funcionar com eficácia.
  • Faça o seu site carregar rapidamente – Verifique a velocidade de carregamento do seu site com uma ferramenta para esse efeito, como é o caso do GTmetrix.

Não é uma tarefa fácil de fazer ou resolver, mas é muito importante.

 

  • Trabalhe a promoção na midia social – Tem uma página no Facebook, uma conta do Twitter, uma página do Pinterest e Google+?

Caso não tenha, está a perder muitas oportunidades. O seu público-alvo está presente nas redes sociais, por este motivo deve tirar o máximo partido dos seus perfis de redes sociais.

 

  • Verifique a taxa de rejeição – Uma das métricas que precisa monitorar, é a taxa de rejeição.  medidas que você precisa monitorar, conforme explicado nos melhores relatórios de análise do Google para iniciantes, é a taxa de rejeição.

A taxa de rejeição é a percentagem de pessoas que abandonaram o seu site sem visualizar outras páginas.

Precisa de ter o foco em baixar a taxa de rejeição, verifique as métricas e identifique quais as páginas do seu site com uma taxa alta de rejeição e corrija-as.

 

 

Embora oficialmente, a taxa de rejeição não é um fator de classificação, certamente é um fator que pode ajudar como criar um site de alta qualidade.

  • Verifique a sua concorrência – Quando um usuário faz uma queixa ao Google sobre um site que não está classificado devidamente, a Google muitas das vezes respondem: Forneça exemplos de como o seu site é melhor do que os sites apresentados nas principais posições.

Em outras palavras, o que a Google pretende é que analise o que a concorrência tem de melhor e corrija o seu conteúdo e site.

Não há nada de errado com isso, de fato, é algo que deve fazer mesmo antes de criar o seu conteúdo.

O que geralmente faço antes de escrever um artigo, é pesquisar no Google pela palavra-chave que pretendo classificar o meu artigo e analisar os sites da primeira página.

Verifico detalhes como o comprimento do conteúdo, a autoridade do site, a autoridade do escritor e tento tornar o meu conteúdo melhor e mais útil para si.

  • Mantenha seu site saudável e livre de spam – Por último, mas não menos importante, um site de alta qualidade é livre de spam.

Um dos erros cometidos por grandes sites de conteúdo, como é o caso dos jornais é não monitorar os comentários. Como resultado, vê uma tonelada de comentários de spam abaixo dos artigos o que não são uma boa experiência para o usuário.

Como regra geral, precisa manter o seu site atualizado em termos de plugins, monitorar e excluir spam ou comentários inadequados.

 

Estou certo de que existem muitas mais características que distinguem os sites de alta qualidade dos restantes, mas as diretrizes acima são o mínimo para a produção de sites que podem ser bem classificados ​​pelo Google e considerados de alta qualidade.

Gostou deste artigo? Compartilhe a sua opinião, o que você considera ser um site de alta qualidade?


Escolha qual o assunto de interesse que pretende receber no seu email.




 

Partilhar este artigo

Comentários

  • Março 22, 2018

    Foi de grande valia as orientações; obrigado-

  • Max
    Março 29, 2018

    Valeu pela orientação.

    • André Ferreira
      André Ferreira
      Março 30, 2018

      Olá Max!

      Obrigado pelo comentário, fique atento a nova matéria!

      Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *