Home / Comunicação Visual /

Folheto, Flyer e Panfleto: quais são as principais diferenças?

Folheto, Flyer e Panfleto: quais são as principais diferenças?

No dia-a-dia cometemos com muita frequência uma falácia: usar os termos folheto, flyer e panfleto como se fossem sinónimos para o mesmo tipo de documento. Se trabalha numa gráfica ou tipografia, provavelmente já teve de explicar aos seus clientes que existem diferenças bastante claras entre os três tipos de impressões. Em todo caso, se essa resposta não foi suficiente para esclarecer as suas dúvidas, talvez este artigo seja.

Mesmo que as diferenças entre folheto, flyer e panfleto sejam discretas e em certos casos imperceptíveis, faz parte do nosso trabalho enquanto especialistas da área informar o cliente para que escolha a opção que melhor se ajusta ao que deseja comunicar.

Recomendo também a leitura prévia destes 4 artigos:

Como fazer um panfleto útil para a sua empresa

Quais são as melhores cores para folhetos de marketing?

Quais os conceitos básicos para fazer flyers eficazes?

Como fazer panfletos que atraiam a atenção da multidão

   

Cronologia do Folheto, Flyer e Panfleto

Antes de mais nada, é necessário explicar como surgiu o termo “panfleto”. É em meados do século XII, em Inglaterra, que começa a circular nas ruas um poema de amor, assinado por um poeta anónumo, e totalmente escrito em latim. O nome do poema era: “PAMPHILUS SEU DE AMORE”. Com apenas algumas linhas, o poema não tardou a tornar-se popular por todo o reino, difundido-se rapidamente pela região e sendo traduzido para o inglês como PHAMPHLET.

Dois séculos mais tarde, a PHAMPHLET que derivara do poema, era usada em inglês para designar qualquer texto de tamanho menor do que os enormes livros manuscritos da época. Em português, o termo adquiriu a sua própria tradução como panfleto, ainda que a sua tradução real fosse folheto.

É logo aqui, no século XIV que começa toda a confusão que ainda hoje se mantém nas nossas mentes: enquanto alguns começam a chamar panfleto aquele tipo de documentos, outros chamavam-lhe folheto. Portanto, chegamos a conclusão que os dois termos estão corretos. Mas como diferenciar um do outro? Basta atendermos às características e dimensões de cada um: enquanto o panfleto conta com um formato entre o A5 e o A6, o folheto assume dimensões maiores, equivalentes ao formato A3 ou A4.

À medida que os anos foram passando e o processo de impressão evoluiu, surgem opções de impressão mais sofisticadas como o flyer.

Da tradução em inglês, flyer significa algo que voa, uma designação que parecia apropriada devido à velocidade de distribuição permitida pelo flyer. O documento mantinha as características básicas do panfleto: continuava a ser bastante direto na mensagem que veiculava e contava com pouca informação.

Mas calma! O flyer era, de facto, muito diferente do folheto e do panfleto: a diferença principal diz respeito à qualidade superior da impressão, que justifica o porquê do flyer se ter tornado muito comum na divulgação de eventos e casas noturnas, que precisavam de fazer distribuição semanalmente.

+ de 30.000 Subscritores

Junte-se à nossa comunidade e receba em primeira mão o nosso conteúdo.


O seu nome*

O seu e-mail

 

Partilhar este post

Deixar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *