Home / Marketing /

Conheça uma das estratégias do Marketing Olfativo: Revistas com Perfume

Conheça uma das estratégias do Marketing Olfativo: Revistas com Perfume

O Marketing Olfativo é uma estratégia que está a ser adotada cada vez mais por parte de empresas e até mesmo por grandes meios de comunicação social. Se por acaso foi ao centro comercial no último fim-de-semana e notou que certas lojas têm um perfume muito próprio não foi mera coincidência. E não, não foi alguém que passou aí propositadamente e deixou para trás o aroma do seu perfume. É o perfume da empresa.

Esta estratégia pode ser “estranha” para alguns, mas a verdade é que é extremamente eficaz. O olfato apela diretamente a um dos nossos cinco sentidos e consegue ficar gravado na nossa mente ao despertar em nós uma emoção. Esse mesmo perfume, que ficará então catalogado na nossa mente, irá fazer-nos lembrar a marca, até mesmo quando sentirmos odores semelhantes à nossa volta. Uma excelente estratégia, não acha?

Por outro lado, a mesma estratégia tem sido aplicada por algumas revistas que chegam ao mercado. As mulheres saberão especialmente do que estou a falar, caso comprem revistas como a Vogue e a Máxima. Ao folhearmos as páginas dessas revistas é possível sentir um perfume muito próprio a emanar da publicação, exactamente os mesmos perfumes que correspondem às amostras incluídas na edição.

Marketing Olfativo: a técnica aplicar odores a revistas

No entanto, como é que é possível imprimir uma revista e dar-lhe perfume?

Claro que isto envolve um processo de produção executado apenas por empresas especializadas para o efeito. Esta é uma técnica conhecida como aplicação de fragrâncias no impresso e processa-se da seguinte forma: o material recebe um óleo concentrado com a essência que, por sua vez, é inserido na publicação. Depois de receber a aplicação do óleo, o papel passa por um processo de microencapsulação, para ser empregado com uma etiqueta.

   

O produto precisa depois ser agitado a uma velocidade de 1600 rotações, provocando uma membrana de polímero que garante a libertação da quantidade desejada de perfume. Parece complicado, mas é extremamente simples para quem tem ao dispor o equipamento necessário.

Numa página da revista é então colocada a etiqueta que pode ser destacada pelo leitor para que sinta o aroma do produto. Normalmente o perfume consegue prolongar-se por uma média de seis meses em qualquer impressão. Quando a etiqueta não é removida, a duração pode ir até aos 12 meses.

A aplicação da etiqueta é feita através de lâminas transparentes, desenvolvidas com filme de cristal, de forma que apenas uma lâmina fique colada na revista e a outra a proteger o perfume. O término do processo pode ser alcançado de duas formas: manualmente ou de forma automática, através de um processo de etiquetagem.

Tudo isto serve para colocar ao serviço dos profissionais de marketing e publicidade mais uma forma de alcançar os consumidores e, sobretudo, entrar na sua mente.

+ de 30.000 Subscritores

Junte-se à nossa comunidade e receba em primeira mão o nosso conteúdo.


O seu nome*

O seu e-mail

 

Partilhar este post

Deixar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *