Home / Anúncios Criativos /

Esta campanha de Outdoors do Twitter levou as Hashtags para a rua

outdoors do twitter

Esta campanha de Outdoors do Twitter levou as Hashtags para a rua

Quando o Twitter divulgou em outubro de 2016 os resultados do trimestre fiscal, o mundo ficou a saber que a rede social de microblogging tinha gerado receitas que ficavam aquém das expectativas. Até à data o Twitter tinha gerado 616 milhões de dólares em receita, representando um aumento de 8% em relação a 2015. Ainda assim, a rede social não estava a registar lucro.

Isto implicava uma reestruturação da estratégia da empresa. Mesmo que o crescimento da rede continuasse na ordem dos 3%, seria necessário fazer alguns cortes para assegurar a sobrevivência do Twitter. Como tal, no mesmo dia a rede social anunciou a demissão de 9% dos seus colaboradores e pensou em novas estratégias para atrair mais utilizadores.

Numa realidade em que o digital predomina, é raro encontrarmos casos em que o digital se vira para o físico para procurar apoio. É mais comum vermos anúncios digitais a apontar para negócios físicos do que vice-versa. No entanto, foi esta a solução que o Twitter encontrou, decidindo investir num conjunto de outdoors para humanizar o conceito de microblogging e as famosas hashtags. Veja abaixo os resultados.

Hashtags visuais pelas cidades dos EUA

Hashtags visuais: foi esta a designação dada à nova estratégia publicitária do Twitter que, procurando novos utilizadores, se lançou para as ruas norte-americanas com outdoors que convidam à acção.

O conceito dos outdoors do Twitter é muito simples: trata-se de uma imagem relacionada com temas da atualidade que se parece cruzar ela mesma com o cardinal (#) que precede as hashtags nas redes sociais. Pela altura em que estes outdoors chegaram pela primeira vez às ruas, as eleições norte-americanas estavam a dias de acontecer e, como tal, fez todo o sentido que os primeiros anúncios se focassem em fotografias de Hillary Clinton e Donald Trump.

   

Porém, a ideia deste tipo de campanhas permitia explorar muito mais e o Twitter não tardou a fazer chegar novos outdoors ao público. Pelas cidades de Nova Iorque, Los Angeles e São Francisco começaram a surgir anúncios em grande dimensão a convidar qualquer pessoa a juntar-se aos debates sérios que estão a acontecer no Twitter, sobre questões tão variadas como a guerra civil na Síria, a legalização de drogas leves, o meio ambiente, os direitos dos homossexuais, a igualdade de géneros, entre muitos outros.

Em entrevista à Adweek, Jayanta Jenkins – diretora criativa do Twitter – falou um pouco sobre esta campanha e explica que o hashtag visual tem como propósito “humanizar e dar profundidade às conversas” que estão a acontecer no Twitter.

“Quanto menos dizemos, mais transmitimos”, disse. “Começamos com os candidatos [presidenciais], e foi uma ótima maneira de dar início a este trabalho, que é agora sobre múltiplas questões.”

Ainda assim, as eleições norte-americanas foram um momento importante para o Twitter na sua tentativa de se posicionar como meio de notícias ao vivo. Afinal, a batalha Clinton-Trump foi uma das rivalidades mais marcantes da história política, gerando grandes notícias e conversas sobre os candidatos.


Escolha qual o assunto de interesse que pretende receber no seu email.




 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *