Home / Empreendedorismo /

4 dicas para estimular o seu pensamento estratégico ainda hoje

pensamento estratégico

4 dicas para estimular o seu pensamento estratégico ainda hoje

Se já recebeu comentários de colegas e amigos sobre a necessidade de ter um pensamento mais estratégico, sabe o quanto isso pode ser frustrante. Para adicionar insulto à lesão, o feedback raramente vem com qualquer orientação concreta sobre o que fazer para melhorar a situação.

No entanto, hoje vou ajudá-lo a resolver isto mesmo e começo com uma pergunta muito simples: que passos específicos pode dar para ser mais estratégico?

Comece por mudar a sua mentalidade. Se acredita que o pensamento estratégico é apenas para executivos seniores, pense novamente. Pode, e deve, acontecer em todos os níveis da organização. É uma dessas partes não escritas de todas as descrições de cargos. Se ignorar este fato, pode arriscar-se a perder uma promoção ou a reduzir o seu orçamento porque a contribuição estratégica do departamento não está clara.

Depois de aceitar que é parte do seu trabalho, concentre-se no desenvolvimento de quatro habilidades-chave que demonstram a sua proeza estratégica. É isso mesmo que partilho consigo ao longo dos próximos parágrafos.

4 dicas para estimular o seu pensamento estratégico ainda hoje

1 – Observe e procure tendências

Para ter pensamento estratégico, precisa de uma sólida compreensão do contexto, das tendências e dos principais condutores comerciais do setor. Uma valorização intelectual da importância de trazer dados atuais e procurar tendências não é suficiente. Além do mais, precisa também de manter um exercício constante de rotina para explorar e sintetizar as tendências internas no seu trabalho do dia-a-dia. Por exemplo, preste atenção às questões que se levantam repetidamente na sua empresa e que sintetizam os obstáculos comuns que os seus colegas enfrentam.

Além do mais, procre ser pró-ativo no que diz respeito à ligação que mantém com os seus pares, tanto dentro da própria empresa, tanto no mercado. Em seguida, partilhe ainda as suas descobertas com a rede. Compreenda a informação única e a perspectiva que a sua função proporciona e que define o seu impacto na estratégia de nível empresarial.

2 – Faça as perguntas difíceis

Com uma nova compreensão de tendências e problemas, pode praticar o seu pensamento estratégico perguntando a si mesmo: “Como ampliar o que considero?” As perguntas são a linguagem da estratégia.  Ao tornar-se mais curioso, e ao analisar informações de diferentes pontos de vista, conseguirá reduzir a sua “miopia” e ver diferentes possibilidades, abordagens e potenciais resultados.

   

“O que pretende para ter um primeiro ano de sucesso?”, “Como deve evoluir o sucesso até ao terceiro ano?”, “O ​​que poderá afetar o resultado de forma negativa?”, “Quais são os primeiros sinais de sucesso/fracasso? “, ” O que precisam os parceiros de negócios entender para garantir o seu sucesso?” e, acima de tudo, “Os resultados apoiam os objetivos mais amplos da organização?”. Ao fazer estas perguntas difíceis, poderá envolver-se melhor com colegas e executivos séniores que o ajudarão a moldar a sua percepção.

3 – Idioma Estratégico

Pensadores estratégicos também sabem como falar o “idioma”. Eles priorizam e sequenciam os seus pensamentos. Estruturam a sua comunicação verbal e escrita de uma maneira que ajuda o seu público a concentrar-se na sua mensagem central, desafiando o status quo e levando as pessoas a falar sobre os pressupostos subjacentes. Aqueles que são realmente habilidosos percorrem as pessoas através do processo de identificação de questões, moldando entendimento comum e enquadrando escolhas estratégicas.

Parece complexo? É porque é. Mas há maneiras de começar a aprimorar estas habilidades. Adicione mais estrutura à sua comunicação escrita e verbal. Agrupe e ordene logicamente os seus principais pontos, e mantenha as coisas o mais sucinta possível.

Aumente o seu público, dando-lhes uma cabeçada sobre os tópicos abrangentes que deseja abordar para que estejam preparados para se envolver numa conversa de nível superior, e não apenas os detalhes táticos. Procure dar a resposta primeiro, em vez de aumentar o seu ponto principal.

4 – Faça tempo para pensar e abraçar o conflito

Para gerir a inevitável ambiguidade que surge quando faz mais perguntas, aprenda a esclarecer os seus critérios de tomada de decisão, permitindo que atue melhor diante de informações imperfeitas. A necessidade de construir habilidades estratégicas pode ser desconfortável. Em primeiro lugar, pode sentir que está a fazer apostas sem qualquer promessa de um resultado. A sua visão poderá tornar-se mais nítida à medida que for gerindo os seus desafios e alcançando terreno sólido. No entanto, procure sempre encontrar métodos de trabalho que agilizem os processos de tomada de decisão.

+ de 30.000 Subscritores

Junte-se à nossa comunidade e receba em primeira mão o nosso conteúdo.


O seu nome*

O seu e-mail

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *