Home / Marketing /

Entenda as diferenças entre publicidade institucional e comercial

publicidade institucional

Entenda as diferenças entre publicidade institucional e comercial

A publicidade é um meio de promoção que faz parte do Homem desde a Antiguidade Clássica. Ainda que tenha sofrido muitas alterações ao longo dos séculos, conta hoje com uma definição mais concreta, definição essa que se começou a formar ao longo da primeira metade do século XX.

De forma geral, a publicidade é o acto ou o efeito de dar a conhecer um produto ou um conjunto de produtos a uma audiência, incitando o seu consumo. É interpretada como uma arte para convencer, persuadir e seduzir, dando a conhecer ao consumidor algo que desconhecia e fazendo-o perceber como esse mesmo produto/serviço pode contribuir significativamente para melhorar um aspecto da sua vida.

Os meios de comunicação utilizados por entidades públicas e privadas para fazer publicidade é a televisão, a rádio, a internet, a imprensa escrita e outdoors. Basta ligarmos a televisão para encontrarmos spots publicitários e sairmos à rua para nos cruzarmos com publicidade em paragens de autocarro.

Por norma, existem sempre alguns elementos essenciais em qualquer anúncio publicitário. Tratando-se este de um mundo que vive sobretudo através da imagem e do som, pelo menos a presença de um destes elementos é essencial em qualquer anúncio. Entretanto, o destaque para o produto/serviço é também obrigatório, podendo tal destaque ser conferido de múltiplas formas. Faz ainda parte da equação o slogan – a frase que une toda a comunicação e que fica no ouvido do consumidor.

Porém, existem dois tipos de publicidade que, ainda que partilhem a mesma génese, têm retornos muito diferentes: a publicidade comercial e a publicidade institucional. De forma a melhor traçar uma linha entre estas duas áreas da publicidade, analisamos cada uma delas e apontamos aqueles que são os elementos que melhor a definem.

Publicidade comercial e publicidade institucional

Publicidade comercial

suportes publicitários

A publicidade comercial é aquela que mais nos rodeia e que nos incentiva diretamente à compra. Através de métodos de persuasão, o consumidor é convencido a adquirir um determinado produto ou serviço (exemplos: automóveis, espectáculos de cinema, viagens, etc.).

O tipo de linguagem

– O conteúdo e estilo de escrito é adaptado ao contexto, situação e tipo de público.

– Aspectos contextuais, caracteriza-se pela composição do texto publicitário e pelas informações sobre quem produz o texto e o assunto a ser tratado.

Aspetos visuais:

– Estruturação do anúncio para ser atraente

   

– Organização do anúncio para dar destaque ao produto ou marca

Publicidade institucional

Por sua vez, a publicidade institucional destina-se, sobretudo, a alertar os consumidores para determinados aspectos da vida em sociedade, nomeadamente os de prevenção e implementação de regras de vida ( exemplo: campanhas de solidariedade, de prevenção da Sida, etc.).

O tipo de linguagem

– Linguagem demarcada pelo uso frequente de combinações características da linguagem da publicidade como, por exemplo, recursos estilísticos ou expressivos.

– Os aspectos ortográficos caracterizam-se por pretender sensibilizar os destinatários com o seu léxico.

Aspetos visuais:

– Estruturação do anúncio para induzir à leitura do texto

– Organização do anúncio para aumentar a atenção sobre a mensagem

– Organização do anúncio para dar destaque ao produto ou marca

 

Partilhar este post

Deixar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *