Conheça uma das estratégias do Marketing Olfativo: Revistas com Perfume

O Marketing Olfativo é uma estratégia que está a ser adotada cada vez mais por parte de empresas e até mesmo por grandes meios de comunicação social. Se por acaso foi ao centro comercial no último fim-de-semana e notou que certas lojas têm um perfume muito próprio não foi mera coincidência. E não, não foi alguém que passou aí propositadamente e deixou para trás o aroma do seu perfume. É o perfume da empresa.

Esta estratégia pode ser “estranha” para alguns, mas a verdade é que é extremamente eficaz. O olfato apela diretamente a um dos nossos cinco sentidos e consegue ficar gravado na nossa mente ao despertar em nós uma emoção. Esse mesmo perfume, que ficará então catalogado na nossa mente, irá fazer-nos lembrar a marca, até mesmo quando sentirmos odores semelhantes à nossa volta. Uma excelente estratégia, não acha?

Por outro lado, a mesma estratégia tem sido aplicada por algumas revistas que chegam ao mercado. As mulheres saberão especialmente do que estou a falar, caso comprem revistas como a Vogue e a Máxima. Ao folhearmos as páginas dessas revistas é possível sentir um perfume muito próprio a emanar da publicação, exactamente os mesmos perfumes que correspondem às amostras incluídas na edição.

Marketing Olfativo: a técnica aplicar odores a revistas

No entanto, como é que é possível imprimir uma revista e dar-lhe perfume?

Claro que isto envolve um processo de produção executado apenas por empresas especializadas para o efeito. Esta é uma técnica conhecida como aplicação de fragrâncias no impresso e processa-se da seguinte forma: o material recebe um óleo concentrado com a essência que, por sua vez, é inserido na publicação. Depois de receber a aplicação do óleo, o papel passa por um processo de microencapsulação, para ser empregado com uma etiqueta.

O produto precisa depois ser agitado a uma velocidade de 1600 rotações, provocando uma membrana de polímero que garante a libertação da quantidade desejada de perfume. Parece complicado, mas é extremamente simples para quem tem ao dispor o equipamento necessário.

Numa página da revista é então colocada a etiqueta que pode ser destacada pelo leitor para que sinta o aroma do produto. Normalmente o perfume consegue prolongar-se por uma média de seis meses em qualquer impressão. Quando a etiqueta não é removida, a duração pode ir até aos 12 meses.

A aplicação da etiqueta é feita através de lâminas transparentes, desenvolvidas com filme de cristal, de forma que apenas uma lâmina fique colada na revista e a outra a proteger o perfume. O término do processo pode ser alcançado de duas formas: manualmente ou de forma automática, através de um processo de etiquetagem.

Tudo isto serve para colocar ao serviço dos profissionais de marketing e publicidade mais uma forma de alcançar os consumidores e, sobretudo, entrar na sua mente.

como pensar fora da caixa, curso marketing olfactivo, empresas marketing olfactivo, Marketing Olfativo, Marketing Olfativo curso, Marketing Olfativo pdf, Marketing Olfativo Portugal, o poder de pensar fora da caixa, pensar fora da caixa, revistas com perfume


André Ferreira

André Ferreira

Nascido e criado no universo da publicidade, é impensável eu estar noutro lugar. Sou o fundador do Blog Publicidade & Marketing e também Digital Marketeer de profissão, mas sobretudo acredito que qualquer pessoa consegue alcançar o seu sucesso, através de muita dedicação e só com o apoio das ferramentas correctas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.