Home / Marketing /

O que é SEO Marketing: Guia Rápido

O que é SEO Marketing: Guia Rápido

 

Quem tem um negócio sabe que o SEO representa uma estratégia de marketing que a médio/longo prazo traz resultados imbatíveis a um negócio.

Contudo, e por muitas informações que se possam encontrar online, nem sempre é simples perceber como tudo funciona.

Na verdade, um dos primeiros pontos que podemos frisar é que o SEO não é estanque, não é simples, não é rápido e acima de tudo não é barato.

Além disso, o que muitos empresários não sabem é que o Google faz anualmente mais de 600 alterações aos seus algoritmos. Embora a grande maioria não tenha relevância, a verdade é que anualmente 2 ou 3 alterações podem mudar tudo aquilo que julga saber sobre o tema.

Assim, é simples perceber que trabalhar com Search Engine Optimization não é propriamente algo para amadores.

Por isso, se quer produzir os conteúdos do seu site ou mesmo do blog da empresa, é importante que tenha boas noções do seu funcionamento.

Mas, se não tem e não sabe por onde começar, não se preocupe… deixamos-lhe as bases de seguida.

 

SEO: Quais as bases que necessita para começar

 

Pois bem, resumidamente o SEO designa “Otimização para Motores de Busca”, ou seja, é uma estratégia que tem como intuito tornar um determinado conteúdo Google friendly de forma a que o mesmo apareça nos primeiros resultados de uma pesquisa.

Mas, embora possa parecer simples, desengane-se. Vai dar trabalho e acima de tudo vai precisar de construir conteúdos de grande qualidade e que sejam simultaneamente informativos e úteis.

Mas, se se dedicar de verdade vai ver que os resultados falam por si. De seguida apresentamos-lhe alguns pontos a considerar na sua estratégia.

 

1. O segredo por detrás das palavras-chave

Um dos pontos chave a ter em mente quando se fala de SEO são as keywords (palavras-chave).

Até há bem pouco tempo, muitos profissionais julgavam que o mais importante era um texto ter uma única palavra-chave, e a mesma ser utilizada numa percentagem de 2% a 3% dentro do mesmo.

Pois bem, hoje em dia isso já não se verifica. Além de ser importante ter uma palavra-chave principal, é também importante ter algumas secundárias. Porquê?

Por causa do campo semântico. E o que é o campo semântico? Pois bem, é um conjunto alargado de palavras que se referem a determinado assunto ou tema que está a ser trabalhado.

Além disso, ajuda os motores de pesquisa a perceber qual o assunto principal do texto. Assim, é mais simples obter bons resultados com várias keywords, do que criar conteúdos com uma única palavra-chave usada com demasiada frequência.

A par disso, é também importante frisar que: um conteúdo escrito oferece soluções ao leitor, assim, em vez de escrever sobre aquilo que acha que ele quer ler, escreva sobre o que ele efetivamente procura.

Vai ver que os resultados vão ser muito melhores.

 

   

2. Onde utilizar a palavra-chave ao longo do texto

Sim, o segundo ponto que vamos analisar na estratégia de SEO é essencialmente onde é que deve colocar a palavra-chave ao longo do texto.

Sim, porque desengane-se se julga que a mesma pode ser colocada em qualquer lugar, sem cumprir nenhuma regra de etiqueta.

Assim sendo, se quer tirar o maior partido do potencial do conteúdo que produz, a keyword deve ser colocada nos seguintes pontos:

  • No título
  • No primeiro H2 (o mesmo não deve ser igual ao título) e preferencialmente em pelo menos um H3 (sempre que seja possível)
  • Na primeira frase do seu texto
  • No URL (o mesmo deve ser gerado de forma automática pelo CMS – Content Management System – que utiliza)
  • No Meta Title (ou seja, no título que aparece no Google) sendo que preferencialmente será colocada logo no início do mesmo
  • Na Meta Description

 

3. Boas práticas de SEO e de conteúdo

Pois bem, embora exista uma parte técnica que é extremamente importante para que o seu conteúdo seja Google Friendly, existem também boas práticas que deve ter em conta.

Um conteúdo ideal conecta-se ao leitor, contudo, para que isso aconteça é preciso que o conheça e saiba o que ele procura.

Por exemplo, a maior parte dos empresários não tem noção que a alteração para o Mobile Indexing First já se encontra em vigor. E o que é que isso quer dizer?

Que os sites em mobile passaram a ser indexados nos motores de pesquisa em primeiro lugar. E porque é que isso acontece? Basicamente porque os leitores conectam-se a um site cada vez mais através de um smartphone.

Assim sendo, para conseguir que o seu conteúdo tenha realmente o máximo de cliques e leituras possíveis, algumas práticas a considerar são:

  • Criar uma boa introdução – resolver o problema do leitor na primeira frase
  • Usar linguagem que se adapte ao leitor
  • Não escrever como se fosse um monólogo
  • Não usar ponto e vírgula
  • Usar e abusar dos bullet points (são tão bons para estruturar ideias)
  • Use sempre frases curtas e diretas
  • Use sempre parágrafos curtos (2 frases no máximo) pois são mais simples de ler num smartphone
  • Use negritos para realçar os pontos importantes
  • Se utilizar uma long tail Keyword o artigo deve ter no mínimo 1000 palavras
  • Se utilizar uma palavra-chave comum o artigo deve ter mais ou menos 3000 palavras

Estes são alguns pontos que podem ajudar o seu conteúdo a ser elaborado de uma forma muito mais assertiva e interessante para o leitor.

 

4. A importância do título para o SEO

Pois bem, pode parecer estranho mas o título é sem qualquer sombra de dúvida um dos pontos mais relevantes da sua estratégia de SEO! Porquê?

Porque mais de 80% dos leitores apenas irá ver esta frase. Se a mesma não for chamativa e interessante, ninguém vai clicar no conteúdo.

Assim, fica ainda com algumas dicas interessantes para criar um título que atraia:

  • Deve conter a palavra-chave integral (ou seja, aquela que quer rankear)
  • Sempre que possível use listas (Por exemplo: 11 motivos pelos quais deve investir em SEO)
  • Saiba como diferenciar-se da concorrência (coloque a palavra-chave sobre a qual vai escrever no Google e analise todos os resultados da primeira página antes de começar)
  • Lembre-se que o título deve simultaneamente apresentar um problema, resolver uma questão e instigar a curiosidade

Se conseguir reunir estas 4 dicas numa frase com menos de 10 palavras, vai criar o título perfeito… Sim, nunca dissemos que seria fácil.

 

Agora que já tem mais ou menos algumas noções importantes de SEO, está na altura de começar a analisar e rever a sua estratégia. Temos a certeza que existe muito por onde melhorar.

Crie uma meta e foque os seus conteúdos para a alcançar.

 

Gostou deste artigo? Compartilhe a sua opinião!


Escolha qual o assunto de interesse que pretende receber no seu email.




 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *