Home / Comunicação Visual /

Qual é a história das hashtags? Descubra neste artigo!

Qual é a história das hashtags? Descubra neste artigo!

Ninguém sabe muito bem como é que surgiram, outros não fazem ideia para que é que servem. Neste post, apresentamos-lhe uma velha conhecida que provavelmente já está farto de ver nas redes sociais. Continue a ler e saiba tudo sobre as hashtags.

Representadas pelo símbolo cardinal, as hashtags são uma nova forma de hiperlink.

Dentro das redes sociais, funcionam como uma espécie de tag que ajuda a organizar conteúdos. Por exemplo, se procurar por #marketingdigital em qualquer que seja a rede, a plataforma devolver-lhe-á todos os artigos que foram marcados com essa hashtag, mesmo aqueles que não pertencem aos seus amigos.

Da perspectiva empresarial, esta pode ser uma boa forma de aumentar a visibilidade dos conteúdos e é por isso que se incentiva ao uso das hashtags. Ainda assim, a verdade é que elas são mais populares em algumas redes do que outras. No Twitter e no Instagram, fazem parte do dia-a-dia, no Facebook já não são tão comuns.

Após esta pequena explicação, partimos para uma abordagem mais detalhada sobre onde surgiu a ideia de criar hashtags, qual o país que mais a usa, entre outras informações curiosas. Basta ler para saber mais.

Quando surgiram as hashtags?

Não, não foi o Twitter, embora a rede social do passarinho azul esteja bastante associada à hashtag, como falaremos no ponto seguinte.

A verdade é que as hashtags apareceram nas redes IRC (Internet Relay Chat), um sistema de chat que permite conversas privadas ou públicas, assim como a partilha de ficheiros. Neste caso, as hashtags eram usadas de forma a catalogar tópicos e grupos, mesmo propósito pelas quais são ainda hoje usadas por outras redes sociais.

Quem tornou as hashtags populares?

Com o crescimento do Twitter, as hashtags tornaram-se cada vez mais populares.

Apesar de, como referimos, esta não ter sido a primeira vez que elas foram usadas, a verdade é que foi aqui que se banalizou o uso das hashtags. Além de agrupar assuntos debaixo da mesma hashtag, o Twitter faz uma contabilização de quantas pessoas utilizaram uma hashtag para mostrar os Trending Topics ou Assuntos do Momento.

No Instagram, a utilização é semelhante e embora não haja nenhum indicador que nos diga quais os temas mais badalados, podemos saber exatamente quantas pessoas usaram aquela hashtags.

Uma vez no motor de pesquisa, podemos encontrar as imagens que pretendemos muito mais rapidamente.

   

Quem começou a usar as hashtags?

No dia 16 de Março de 2013, foi o Flickr o primeiro a render-se às famosas hashtags, depois do Twitter. Esta plataforma de partilha de fotografias tem, desde então, beneficiado imenso com a utilização das palavrinhas.

Não muito depois, em Junho do mesmo ano, o Facebook decidiu que incorporar as hashtags também não era mal pensado. E não nos esqueçamos do Instagram, a rede social de partilha de fotografias, que tem registado enorme sucesso com hashtags personalizadas e temáticas.

Inúmeras organizações, empresas e utilizadores fazem, aliás, uso das hashtags para lançar desafios de fotografia. Basta a qualquer utilizador publicar uma fotografia, colocar uma certa hashtag e, se a fotografia tiver qualidade suficiente, vê-la partilhada por quem organizou o desafio.

Quem rejeitou as hashtags?

Muito recentemente, o Pinterest – uma rede que tem registado um crescimento incrível nos últimos meses – decidiu que estava na altura de deixar as hashtags para outras redes sociais. Assim, quebra de vez relações com o Twitter e mantém um estilo mais limpo.

As publicações, ao incluírem palavras-chave na descrição, são automaticamente apresentadas nos resultados quando os utilizadores digitarem uma dessas palavras no motor de pesquisa.

Qual o país que mais usa as hashtags?

Atualmente podemos dizer que as hashtags se tornaram verdadeiramente globais. Mas quais as hashtags mais usadas?

E qual o país que mais hashtags usa? Para dar resposta a estas questões, surgiu o What the Trend, um site que analisa as hashtags do Twitter e mostra dados em tempo real. Uma das informações mais curiosas é sobre o local onde o símbolo é mais utilizado.

Em primeiro lugar, estão os Estados Unidos da América; em segundo, o Brasil.

 

Nota: Gonçalo Sousa é um convidado especial do nosso blog, sendo fundador do Estratégia Digital onde este artigo foi publicado originalmente com o título Afinal, o que são e como surgiram as hashtags?

+ de 30.000 Subscritores

Junte-se à nossa comunidade e receba em primeira mão o nosso conteúdo.


O seu nome*

O seu e-mail

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *