Home / Empreendedorismo /

Quer empreender? Então precisa mesmo de dominar estas capacidades!

empreender

Quer empreender? Então precisa mesmo de dominar estas capacidades!

Muitas pessoas com boas ideias, que se lançam para o mercado com a esperança de alcançar o sucesso, são frequentemente confrontadas com barreiras que não conseguem superar e que acabam por culminar no fracasso do seu projeto. Mesmo antes de passarem a ideia do papel para a realidade, acabam por desistir e pôr tudo de lado.

No entanto, a experiência ao longo dos anos tem-me revelado que este é um processo que está sempre dependente de uma coisa: você mesmo. Qualquer pessoa que deseja empreender deve ter uma noção muito clara acerca do mercado e da sua posição neste contexto, mas deve também dominar algumas capacidades importantes para a boa gestão do seu projeto.

Como deve ter percebido pelo título deste artigo, é isso mesmo que pretendo explorar nos próximos parágrafos. O que faz de uma pessoa um bom empreendedor? À medida que vou procurando desfilar as características de certos empreendedores de sucesso, tento passar-lhe a si alguns insights acerca do que pode fazer para melhorar o sucesso do seu negócio.

5 capacidades que precisa de dominar para empreender

1 – Pensamento estratégico

Pensar estrategicamente é indispensável. O empreendedor que quer ir longe com o seu negócio precisa de uma boa estratégia. Ter pensamento estratégico implica, portanto, o uso de ferramentas, o desenvolvimento de projetos e a criação de oportunidades. O segredo, para lhe ser sincero, passa por olhar estrategicamente para tudo o que puder gerar bons negócios.

Saber para onde ir é por si só um grande começo. Tenha metas e objetivos bem traçados e, a partir daí, comece a desenvolver um caminho para chegar até ao ponto que almeja. De forma simples e sem grandes complicações, isto é planeamento estratégico.

2 – Coragem

A coragem de arriscar é uma característica que precisa de estar presente no dia-a-dia do empreendedor. Muitas vezes, grandes oportunidades estão envolvidas em grandes riscos e quem não tem coragem de enfrentá-los pode perder várias hipóteses de sucesso. A sabedoria popular bem nos diz: Quem não arrisca, não petisca.

Todavia, é preciso analisar com cuidado as ameaças a que estará exposto. Correr riscos que não são calculados pode ser um erro fatal para o seu negócio: a melhor solução pode estar no equilíbrio entre coragem e cautela. Como medida de precaução, tenha sempre na manga um Plano B para pôr em ação caso o A não corra bem.

   

3 – Sensibilidade

Seja no meio digital ou tradicional, está é uma capacidade que todos os empreendedores devem dominar: ter sensibilidade para lidar com pessoas. Não preciso de explicar porquê, certo? As pessoas são a razão pela qual temos o negócio. No entanto, lidar com pessoas implica também saber gerir relações com fornecedores e parceiros. Por isso mesmo, insisto em dizer que é necessário ter uma certa sensibilidade quando dialogamos com qualquer pessoa que possa ter um impacto no nosso negócio: ter sensibilidade ao falar, ao repreender e até mesmo ao elogiar! Todos os  empreendedores precisam de ter sensibilidade para conviver com os seus colegas de trabalho e parceiros de negócio.

4 – Saber investir

Muito se fala sobre o fluxo de caixa, o capital e outros pontos essenciais para manter a saúde financeira de uma empresa. Mesmo assim, também é muito importante saber fazer investimentos e perceber por onde pode a sua empresa crescer. A capacidade de investir é algo que não nasce connosco e que, por norma, é encarado como um bicho de sete cabeças por qualquer pessoa a começar um negócio. Infelizmente, não existe uma fórmula para que possa aprender a investir do dia para a noite, mas se começar a estudar o mercado, as suas dinâmicas e as suas tendências vai rapidamente começar a entender toda a dinâmica dos investimentos.

 

5 – Criativo

Não tenha dúvidas acerca do seguinte: se quer empreender, precisa de ser criativo e inovador. Hoje, a criatividade já não se resume a criar peças, produtos e materiais atraentes. Sim, essa componente continua a ser essencial para a solução de problemas, no entanto não é suficiente. Por outro lado, a inovação é a força motriz do mercado ao qual pertencemos hoje. Processos obsoletos e empresas antiquadas estão apenas a ocupar espaço temporariamente… até concorrentes com novas ideias conquistarem o seu lugar. É preciso abrir as portas e a mente para o novo e também para o tecnológico. Não se deixe ficar para trás, esteja sempre por dentro das tendências e procure ir mais além.

 

+ de 30.000 Subscritores

Junte-se à nossa comunidade e receba em primeira mão o nosso conteúdo.


O seu nome*

O seu e-mail

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *