Home / Empreendedorismo /

Plano de Marketing: os ingredientes essenciais para o SUCESSO

plano de marketing

Plano de Marketing: os ingredientes essenciais para o SUCESSO

 

A sua empresa tem um plano de marketing definido?

Se não tem, saiba que pode estar a cometer um erro.

A verdade é que a grande maioria das empresas não têm este plano. A par disso, também não têm um plano de comunicação.

 

E qual é que é o maior problema?

Não têm definidas as estratégias que vão ser utilizadas para alavancar um negócio.

Independentemente do que possa pensar, a verdade é nua e crua. Sem investimento, não vai haver retorno. Por isso, se o seu negócio precisa ser alavancado, saiba que precisa urgentemente de um plano de marketing.

Se não sabe ao certo do que se trata ou se precisa de algumas dicas, basta que continue a ler.

 

Leia com atenção:

 

Plano de Marketing: O que é e porque é importante para o seu negócio?

De forma bastante resumida, trata-se de um documento que contém todos os passos que devem ser tidos em consideração para alcançar um determinado objetivo.

Este plano pode ser referente ao desenvolvimento da marca como um todo, ou a um produto ou serviço que esteja a ser lançado.

O intuito passa então por analisar corretamente todo o mercado e a sua envolvente, de forma a criar uma estratégia coerente. Só depois dessa estratégia ser definida, é que a empresa deve começar a investir.

É importante frisar que estes planos podem ser desenvolvidos a curto prazo (3 meses a 1 ano) ou a longo prazo (5 ou 6 anos).

O mesmo, pode e deve ser alterado e estruturado sempre que haja necessidade para tal. Lembre-se que o mercado não é estanque. Logo, o seu plano também não o deve ser.

Se bem feito, o plano de marketing vai ajudar a sua empresa a crescer de forma contínua e de modo sustentável. E, temos 100% de certeza que é isso mesmo que deseja.

 

A melhor parte:

 

Como criar um plano de marketing infalível?

Criar um plano de marketing não é assim tão complicado como possa inicialmente pensar. Mas, saiba de antemão que antes de jogar mãos à obra na criação do mesmo, vai precisar de definir o seu planeamento estratégico.

O mesmo deve ser composto por:

  • O propósito do seu negócio
  • Estudo de mercado
  • Missão – o motivo pelo qual o seu negócio existe
  • Visão – definição do futuro do seu negócio
  • Valores – o centro do seu negócio
  • Definição de metas que sejam alcançáveis (pode utilizar o modelo SMART para se guiar – específico, mensurável, alcançável, relevante e temporal)

Depois de ter este planeamento realizado, precisa de considerar ainda mais algumas questões que vão ser importantes para o correto desenvolvimento do plano.

  • Criação de uma SWOT
  • Análise da concorrência
  • Criação de uma proposta única de valor
  • Definição da estratégia de posicionamento

É importante que perceba que apenas nos pontos que foram identificados anteriormente, já existe imenso trabalho a ser realizado.

Contudo, o mesmo é completamente imprescindível de modo a que consiga perceber corretamente o seu negócio e o mercado em que atua.

Se não souber como é que o mercado funciona, dificilmente irá conseguir criar um plano de marketing ou comunicação que suprima as suas necessidades.

Agora que já sabe quais são os primeiros passos a dar, saiba então como criar um plano de marketing infalível.

 

1. Criação ou definição de objetivos

A verdade é que todos os planos devem ser desenvolvidos tendo por base um determinado objetivo.

Assim, defina de forma clara quais os objetivos e metas e quer alcançar durante o período de vigência do plano que está a ser desenvolvido.

Alguns dos objetivos mais comuns são:

  • Aumentar as vendas
  • Aumentar a notoriedade no mercado
  • Ampliar a atuação online

Ao utilizar os objetivos SMART, as suas metas vão ser mais simples de medir a longo prazo.

  • Aumentar o lucro em 20%
  • Aumentar para 25% a participação num determinado nicho de mercado
  • Ser reconhecido como especialista na minha área de atuação por jovens entre os 18 e os 25 anos

Obviamente que estes são objetivos bastante genéricos. Contudo, quando estiver a criar o seu plano, deve tirar algum tempo para pensar realmente o que é que quer alcançar.

 

   

2. Criação da persona

A persona é sem qualquer sombra de dúvida um dos passos mais importantes da criação de qualquer plano.

 

Deve-se estar a perguntar:

E porque é que isso acontece?

 

Inevitavelmente, ao trabalhar a sua estratégia de marketing, terá de estar a falar com alguém. Por norma, esse alguém costuma ser o seu público alvo.

Mas, nos dias que correm, esta definição é tão genérica que houve a necessidade de aprofundar um pouco mais a questão e saber exatamente quem são as pessoas com quem vai comunicar.

Assim, a persona é simplesmente um avatar do seu cliente ideal. Descubra quem a mesma é, e será mais simples alcançar o sucesso.

 

3. Definição da jornada de compra

A jornada de compra, não é nada mais do que traçar o caminho que o consumidor utiliza para chegar ao seu negócio, e posteriormente comprar o que tem para vender.

Existem inúmeras formas de definir a jornada do seu cliente, mas de forma resumida poderá fazê-lo em 4 passos:

  • Aprendizagem
  • Reconhecimento
  • Consideração
  • Compra

Defina a forma como o consumidor passa por cada uma destas fases e será mais simples ter sucesso.

 

4. Defina o seu marketing mix

Longe vai o tempo em que o marketing mix apenas considerava 4 variáveis. Hoje em dia, são 7 os pontos a considerar.

A definição correta de cada um deles vai permitir que estruture a sua estratégia da melhor forma possível.

  • Produto
  • Preço
  • Distribuição
  • Comunicação
  • Pessoas
  • Processos
  • Prova física

Perca tempo em cada um destes pontos. Garanta que trabalha de forma diferente da sua concorrência. Só assim alcança o sucesso.

 

5. Defina o plano de ação

Depois de ter todo o seu marketing mix  definido, está na hora de definir o seu plano de ação. E o que é que isso quer dizer?

Resumidamente trata-se de todas as ações que irá desenvolver de forma a alcançar os objetivos definidos.

Tenha em conta que todo este plano deve estar alinhado (inclusivamente a comunicação digital e tradicional).

Não deixe de criar ações alternativas que devem ser colocadas em prática no caso de alguma das ações principais não ter os resultados desejáveis.

 

Agora:

 

6. Definição de métricas e controlo do orçamento

Por último, mas não menos importante, deve criar um plano que inclua não só o orçamento do que será gasto em cada uma das suas ações, mas também qual a duração de cada uma.

Definir estes valores é de extrema importância, pois só assim vai conseguir saber qual o budget a investir e qual o retorno que cada uma das ações lhe traz.

Se não souber quais são as melhores ações, não vai conseguir nunca sabe se está ou não a investir corretamente.

Como vê, criar um plano de marketing eficaz não exige um pouco de tempo. Por isso, é que a grande maioria dos empresários opta por subcontratar este serviço.

Considere que um bom plano com tudo detalhado, implica uma pesquisa enorme, por isso, o tempo que irá perder é ainda considerável.

 

Bom, espero mesmo que este artigo tenha ajudado! Sem querer abusar e porque toda a ajuda é bem vinda 😎 gostava de convidar a partilhar este artigo, pode existir algum seu amigo ou familiar que tenha interesse no nosso conteúdo 😉.

Até à próxima e fique atento todas as semanas publicamos conteúdo novo!

 

 


Escolha qual o assunto de interesse que pretende receber no seu email.




 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *