Home / Marketing /

Evento empresarial: todo o trabalho que vem depois do evento terminar!

evento empresarial

Evento empresarial: todo o trabalho que vem depois do evento terminar!

Achava mesmo que o fim de um evento era o “final” de tudo? Mesmo depois das salas se esvaziarem, dos convidados regressarem a casa e de empacotar tudo de volta ao escritório da empresa, deve ter bem em mente que o evento não chegou ao fim: significa apenas que entrou na fase a que gosto de chamar “pós-produção”.

Sim, se o seu evento empresarial foi um sucesso então está de parabéns. No entanto, não deixe que a sensação de triunfo se sobreponha a algo muito importante: as tarefas que devem tomar a sua atenção após a realização de um evento que reuniu tanta gente!

Está mais do que comprovado que os organizadores que alcançam maior sucesso no mercado são aqueles cujo trabalho não termina quando é encerrado o evento e os convidados deixam o local. Na verdade, segue-se um processo de análise profunda pós-evento para medir o impacto que cau sou, verificar se os objetivos foram cumpridos e que falhas se registaram e devem ser colmatadas num futuro evento organizado pela empresa.

Não estava consciente deste passo fundamental a dar na produção de eventos empresariais? Atrevo-me então a dizer que, se organizou eventos no passado, então é quase certo que deixou escapar informação valiosa que o poderia ter ajudado, nomeadamente recomendações e comentários dos participantes. Nos próximos parágrafos falo melhor deste processo que vem após o evento empresarial.

Evento Empresarial: como foi a reação do público?

Todos os empresários têm um objetivo, mesmo que não o formem em palavras ou o digam em voz alta: fazer a sua empresa crescer, colocando-a no topo do mercado e superando todas as expectativas do público. Por isso mesmo, a opinião que o consumidor tem acerca da empresa, dos produtos e dos eventos que promove é uma peça chave para saber que caminhos seguir para levar a marca a esse patamar que idealizou.

   

Mas como descobrir esta opinião dos consumidores? Antigamente, este era um processo complicado. Ou se faziam questionários no local ou se estabelecia um contacto após o evento (através de telefone ou carta). No entanto, como bem sabemos, hoje a realidade é muito diferente. Não só podemos usar os meios tradicionais, como enviar e-mails e usar as redes sociais para interagir com o público que esteve presente no evento. Por vezes parte até do próprio público usar a Internet para prestar a sua opinião acerca do evento!

A análise de todas estas opiniões permite assim alinhar as perceções dos organizadores com a realidade descrita pelos participantes. Se souber fazer as perguntas certas, obterá respostas que o ajudarão a entender melhor o público e o que verdadeiramente achou do evento. Mas que tipo de perguntas?

Abaixo apresentamos uma selecção de algumas delas:

  • A programação do evento foi ideal ou podia ser melhor?
  • A data do evento foi adequada ou seria oportuna outra data?
  • O palco e os oradores corresponderam às suas expectativas?
  • A divulgação sobre o programa foi suficiente para esclarecer todas as dúvidas dos participantes?
  • O serviço gastronómico do evento teve uma avaliação positiva ou negativa?

Ao fazer estas perguntas aos participantes do seu evento – seja através de um questionário enviado por e-mail ou até mesmo um questionário na página do evento no Facebook – conseguirá extrair informações relevantes sobre o público e aquilo que gostou e que gostava de ver melhorado no evento seguinte.  A partir deste feedback tão importante poderá tomar decisões e propor mudanças com maior precisão atendendo sempre a precisão e o sucesso.

+ de 30.000 Subscritores

Junte-se à nossa comunidade e receba em primeira mão o nosso conteúdo.


O seu nome*

O seu e-mail

 

Partilhar este artigo

Comentários

  • Dezembro 26, 2017

    Organizar um evento como esse deve dar um trabalho lascado..hahaha parabéns

    • André Ferreira
      André Ferreira
      Janeiro 25, 2018

      Olá Juliana!

      Eheh até quando tudo parece simples. Há sempre um contratempo não é verdade?

      Obrigado pelo comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *