Home / Comunicação Visual /

4 formas de não aborrecer os seus clientes no seu site

4 formas de não aborrecer os seus clientes no seu site

Um utilizador de smartphone norte-americano gasta, por médio, cerca de 87 horas por mês a navegar nos seus dispositivos móveis. Essa alocação de tempo maciça significa que a maioria dos proprietários de smartphones tornou-se bastante familiar com as qualidades que fazem do seu site um bom site: velocidade, navegação, informações úteis e interação.

Sim, no clima digital saturado de hoje, o quão bem uma marca envolve os visitantes quando estão a navegar num site é tão essencial quanto os aspectos técnicos da página. Se não desenvolver interacções com os seus visitantes, o seu site não será memorável num primeiro contacto e poderá não justificar o regresso do utilizador. Todavia, com tanto tempo gasto a saltar de site em site, tornou-se cada vez mais difícil para as empresas obterem algum tipo de destaque no mercado.

Atendendo à realidade mobile em que vivemos, e a todos os que procuram desenvolver sites para as suas marcas que sejam capazes de envolver os visitantes, trago-lhe hoje algumas formas a aplicar no seu website para não aborrecer os seus clientes.

4 formas de  não aborrecer os seus clientes no seu site

1 – Ofereça bom conteúdo

A intenção principal por detrás do seu site pode ser vender produtos ou fazer inscrições, mas o público de hoje espera mais do que isso. Enquanto navegadores, queremos ser inspirados e educados pelo conteúdo. Digamos que a sua marca vende, por exemplo, liquidificadores. Muito provavelmente, um cliente que visita o seu site e compra um modelo também está à procura de uma receita saudável.

Você, enquanto marca, estará a deixar escapar oportunidades importantes na construção de relação com o cliente ao não conseguir proporcionar esse conteúdo ao utilizador. Um blog é um excelente mecanismo por proporcionar conteúdo útil ao utilizador. A principal intenção em dirigir o conteúdo no blog não é necessariamente aumentar as vendas, mas ajudar a sua comunidade a sentir-se mais confiante com as suas habilidades de design.

2 – Entre na brincadeira

Se sites como o Buzzfeed nos ensinaram alguma, é que os utilizadores da Internet adoram fazer testes. Então, por que não incorporar alguns jogos no seu próprio site? Testes e passatempos são opções populares para convencer os clientes a participar no seu site. Na verdade, os jogos e materiais interativos permitem que os utilizadores se coloquem na óptica da marca.

Por outro lado, também se pode assumir que não existe uma maneira correta de incentivar a participação do utilizador – o céu é o limite. Tudo depende das características da audiência e da qualidade do conteúdo.

3 – Dê animação à página

Os vídeos continuam a ser uma prioridade proporcionam excelente entretenimento. Os consumidores não querem necessariamente passar o tempo a ler longos blocos de texto quando podem assistir a um vídeo mais divertido. Para além do mais, hoje os vídeos são vistos como recursos viáveis ​​para a sensibilização na utilização de certos produtos.

De acordo com a Hubspot, 90% dos utilizadores dizem que os vídeos sobre produtos são úteis no processo de tomada de decisão. Além disso, os vídeos de alta qualidade também incentivam ações sociais e, segundo um levantamento de marketing de vídeo da Insivia em 2016, 92% dos consumidores partilham vídeos com outros nas suas redes sociais. Enquanto o custo de produção de um vídeo pode superar o da publicação em blog, o valor que um vídeo gera é também muito maior.

   

4 – Interaja através de um chat

Através de serviços de chat em tempo real como o Zendesk, também pode aumentar as suas interações no serviço ao cliente. Quem está na Internet hoje não quer passar pelo incómodo de marcar um número de serviço ao cliente ou enviar um e-mail. Por isso, quando surgem dúvidas, preferem um contacto igualmente digital. Através do chat, pode fornecer aos seus clientes uma forma fácil de aprenderem mais sobre os seus produtos e promoções.

De acordo com a Kissmetrics, as opções Live Chat não são apenas úteis para os utilizadores, como podem também aumentar as conversões do site. Pense nisto: se um cliente estiver com duvidas relativamente à compra de um produto e puder ter todas as suas perguntas respondidas num único local, as probabilidades de que converta imediatamente são muito maiores.

Leia também estes posts relacionados em:

Confira estas 5 dicas para gerir com sucesso reclamações de clientes

5 dicas para fazer dos seus clientes verdadeiros fãs da marca

Descubra 5 técnicas para atrair mais clientes à sua loja

Não venda produtos ou serviços: está na hora de vender experiências

+ de 30.000 Subscritores

Junte-se à nossa comunidade e receba em primeira mão o nosso conteúdo.


O seu nome*

O seu e-mail

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *